Notícias

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) publicou nesta quarta-feira (18/09) a Resolução nº 1289/19, que fixa os valores das anuidades e taxas para o ano de 2020. O valores foram reajustados em 3,28%, de acordo com a variação integral do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Para pessoa física e microempreendedor individual, a anuidade será de R$ 526,73; e, para pessoa jurídica, a cobrança ocorrerá de acordo com as classes de capital social.

As pessoas físicas e jurídicas terão desconto para efetuar os pagamentos, tendo direito a um abatimento de 15% se quitarem os débitos até o final de janeiro, de 10% até fevereiro e de 5% para os pagamentos feitos até março.

A anuidade poderá ser paga em cinco prestações mensais com vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro, 31 de março, 30 de abril e 31 de maio.

Mais detalhes, confira na Resolução nº 1289/19.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

A Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural – SEAGRI/DF está com inscrições abertas para cursos destinados aos Médicos Veterinários que possuem interesse em atuar na área do Programa Nacional de Sanidade dos Equídeos (PNSE) e como Responsável Técnico para eventos agropecuários no Distrito Federal.

CURSO DE HABILITAÇÃO DE MÉDICOS VETERINÁRIOS PARA O PNSE está com inscrições abertas e curso ocorrerá nos dias 2 e 3 de dezembro de 2019. É destinado aos médicos veterinários que pretendem trabalhar com colheita de amostras de sangue para o diagnostico de mormo e anemia infecciosa equina (AIE).

Após o preenchimento do formulário de requerimento (https://goo.gl/a9YVg9) o interessado receberá um e-mail com as demais informações necessárias para o cadastramento junto a SEAGRI/DF.

CURSO PARA CREDENCIAMENTO DE MÉDICOS VETERINÁRIOS HABILITADOS PARA A ATUAÇÃO COMO RESPONSÁVEL TÉCNICO (RT) EM EVENTOS AGROPECUÁRIOS NO DISTRITO FEDERAL está com inscrições abertas e ocorrerá sob demanda ou semestralmente. A Habilitação dos médicos veterinários compete ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) de acordo com a IN nº 22/2013 , devendo o interessado encaminhar as documentações exigidas nesta instrução normativa ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Após o encaminhamento da documentação a SEAGRI/DF entrará em contato com o médico veterinário com informações necessárias para a participação no curso de credenciamento, previsto pela Portaria nº 45/2018 – SEAGRI/DF.

Fonte: Seagri-DF

05 de setembro de 2019

O último dia do 29º Congresso Brasileiro de Zootecnia (Zootec) foi marcado pelo revelação do resultado final da 1ª Olimpíada Brasileira de Zootecnia (OBZ), organizada pela Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ). Ao todo, 56 equipes e 280 acadêmicos participaram da competição. Na categoria individual, dois representantes do DF se destacaram, conquistando o 1º lugar, Renato de Marcondes Neves Rodrigues Bé e em 3º Kênia Leão dos Santos.

A equipe “Zootecninjas” recebeu apoio do Coordenador de Zootecnia da UPIS, Zootecnista Guilherme José de Carvalho. A composição da equipe contou com o professor Reinaldo Morata, como técnico e os competidores foram Renato de Marcondes Bé, Kênia Leão, Soraya Sbalqueiro, Jordan Vasques e Pedro Henrique di Paula. Das 56 equipes participantes, eles ficaram conquistaram a 6º colocação.

zootecninjas Renato e Kênia

Renato explicou que ficou sabendo do evento pelas redes sociais e pensou ser uma boa oportunidade de incrementar o seu currículo. “Primeiramente eu observei que havia uma fase local, outra regional. Pelo fato de ter apenas uma faculdade em Brasília eu pensei que poderia conseguir algo para contribuir com o meu currículo, mas não tinha maiores pretensões no âmbito nacional.” E complementou: “Foi uma ótima oportunidade de testar meus conhecimentos, de interagir com outras pessoas da zootecnia e divulgar a própria zootecnia e criar uma espécie de integração entre estudantes e profissionais. Foi bem legal, fico bem grato da ABZ ter feito estas olimpíada

Segundo Marinaldo Divino Ribeiro, presidente da ABZ, a OBZ se consolida agora como uma atividade que pode envolver todas as escolas de Zootecnia do país. “Sem dúvidas essa primeira edição da OBZ cumpriu o seu papel, apresentando ao ambiente acadêmico algo que ainda não havia sido visto nas nossas graduações nesses mais de 50 anos de Zootecnia no Brasil, ajudando inclusive na popularização da marca da ABZ entre os acadêmicos”.

Para Rosemary Galati, presidente da comissão organizadora da OBZ, a primeira edição da competição foi extremamente satisfatória. “Foi um projeto piloto e como toda fase inicial, tivemos algumas situações que precisaram de adequação e que vamos levar em consideração nas próximas edições. Toda a comissão está muito grata aos acadêmicos participantes e também aos professores que toparam entrar neste desafio”.

O objetivo do evento era testar os conhecimentos dos estudantes de zootecnia do Brasil. Os participantes foram divididos em duas categorias: Grupo e Individual. A primeira etapa foi local, onde os alunos competiam entre colegas da mesma faculdade, depois contra instituições do mesmo estado e por fim as equipes e estudantes competiam nacionalmente. No total, foram 280 alunos e 56 equipes, no Zootec de Uberaba. Na etapa final chegaram 8 equipes, cada uma com cinco alunos. Entre estes alunos, também disputaram a premiação individual.

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF, com informações da ABZ.

Narrativas em texto e vídeo contadas por profissionais, empregadores e clientes darão o tom da campanha do Dia do Médico-Veterinário 2019 do Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (Sistema CFMV/CRMVs). Com o tema “Histórias que transformam vidas”, o dia 9 de setembro será celebrado ao longo de todo o mês, mostrando a importância desses profissionais para toda a sociedade.

A ação vai apresentar relatos de profissionais dos quatro cantos do país que são exemplos de dedicação e amor. Os formatos apresentados são variados: mídias off-line (outdoor, busdoor, jornal e revista) e on-line (vídeos, matérias para sites e posts em redes sociais). O público está sendo convidado a participar também, enviando vídeos para serem publicados em nossas redes sociais contando experiências positivas com médicos-veterinários em suas vidas.

Ao longo de 50 anos de regulamentação da profissão, médicos-veterinários trabalham para manter a vida e o equilíbrio do planeta. Eles cuidam da saúde animal, humana e do meio ambiente, concentrados na chamada Saúde Única. A profissão também contribui para o desenvolvimento econômico e social do país e tem atuação em mais de 80 áreas.

Toda a campanha foi pensada como forma de valorizar a profissão e também de agradecer aos mais de 130 mil profissionais atuantes no país. Com a narrativa, é possível entender um pouco de trabalho de médicos-veterinários que se dedicam a salvar vidas em áreas como mercado pet, animais selvagens, medicamentos, produção, inspeção de produtos de origem animal, sanidade, gestão e muito mais.

O Sistema CFMV/CRMVs quer enfatizar a valorização dos profissionais, além de trabalhar pela qualidade dos cursos de graduação de Medicina Veterinária de todo o país e da profissão, em geral. O Sistema atua para integrar as diferentes áreas envolvidas na Saúde Única, com o objetivo de formar profissionais capazes de atuar na saúde pública, além de informar sobre a importância de se preocupar com o tema.

Faça parte da campanha

Você tem uma história com algum médico-veterinário? Compartilha com a gente! Queremos mostrar a todos a importância desse profissional e você pode nos ajudar. Grave um vídeo (pode ser pelo celular, na horizontal, ou seja, câmera deitada) com duração máxima de um minuto, contando a sua história. Poste de forma aberta (pública) nas redes sociais, usando #MVnaMinhaVida. É uma oportunidade de agradecer ao profissional e mostrar a todos o quanto a presença dos médicos-veterinários é ampla e relevante na vida das pessoas.

No portal CFMV é possível também baixar as peças publicitárias da campanha para divulgação. Empresas, profissionais e todos os cidadãos podem participar e divulgar a campanha junto com o Sistema CFMV/CRMVs. Há peças para capa e avatar das redes sociais, além das mídias off-line (outdoor, busdoor, jornal e revista).

Acompanhe a ação

Além de participar do Dia do Médico-Veterinário com postagem de vídeo e divulgação de peças, todos poderão conhecer cases de profissionais de sucesso nos seguintes meios: na edição nº 81 da Revista CFMV, no Portal CFMV, em posts nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram, além de vídeos no nosso canal do YouTube.

Em todo o país, os conselhos regionais divulgarão as peças publicitárias, seja em outdoors e busdoors pelas ruas e avenidas, seja por meio de anúncios em revistas e jornais locais. A ação convida todos a embarcar em histórias que impactam e transformam vidas humanas e animais.

O trabalho do médico-veterinário

O trabalho dos médicos-veterinários vai muito além das clínicas e dos consultórios veterinários, destinados aos animais de companhia: eles atuam em atividades ligadas à produção dos alimentos de origem animal que chegam à mesa do consumidor; têm papel fundamental na agropecuária brasileira; podem trabalhar como consultores, responsáveis técnicos, docentes e peritos criminais, judiciais e administrativos; exercem atividades em laboratórios para análise de solo, para análise da água e domissanitários (saneantes destinados ao uso domiciliar); realizam pesquisas em alimentos; participam da produção de vacinas e de medicamentos de uso animal, entre outros.

No caso da saúde pública, por exemplo, a categoria foi integrada, em 2011, às equipes multiprofissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). Isso significa que, desde então, os médicos-veterinários têm a chancela do governo federal para atuar ao lado de outros profissionais que trabalham pela qualidade da atenção básica à saúde nos municípios brasileiros. Treze anos antes, em 1998, a Medicina Veterinária já havia sido reconhecida pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) como profissão da área de saúde.

É o médico-veterinário quem realiza visitas domiciliares para o diagnóstico de risco à saúde na interação entre os seres humanos, os animais e o meio ambiente. A Saúde Única visa promover a cooperação e colaboração entre médicos veterinários e demais profissionais de saúde e meio ambiente para promover a saúde e o bem-estar de todas as espécies animais e vegetais.

Assessoria de Comunicação do CRMV-DF

Tel.: (61) 3223-5802

O CRMV-DF se solidariza com a família e amigos pelo falecimento precoce, aos 39 anos, do Médico Veterinário Erich Machado Hess. Ele formou-se pela UPIS, em 2005.

Sua esposa, Ana Paula Silva, explicou que Erich foi diagnosticado com um tumor maligno no mediastino, em fevereiro deste ano. Em maio fez uma cirurgia, mas não conseguiu se recuperar e faleceu as 22h40 de ontem (28/ago).

Nossos sentimentos.

Nota de pesar

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal