A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o país. A recomendação do Ministério da Saúde foi adotada em decorrência dos possíveis impactos da paralisação dos caminhoneiros no transporte público e nos atendimentos em serviços de saúde.

O CFMV informa que os médicos veterinários são considerados, pelo Ministério da Saúde (MS), profissionais da Área de Saúde. A resolução do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS) n. 287, de 08 de outubro de 1998, detalha quais são os profissionais da área e inclui os médicos veterinários.

Houve relatos de que alguns profissionais procuraram as unidades dos postos de saúde e encontraram dificuldades em receber a dose da vacina contra gripe/influenza. O CFMV esclarece que o médico veterinário atua em diversas frentes, inserindo-se em diferentes atividades desde a gestão até a vigilância epidemiológica e sanitária. Ele faz parte do grupo prioritário para ser vacinado nos postos de saúde espalhados pelo país.

Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS reafirma a importância e a necessidade da vacinação do médico veterinário, principalmente em razão da origem das gripes suínas e aviárias, que podem colocar em risco a saúde desses profissionais.

Vacinação contra a gripe 2018: médicos veterinários fazem parte do grupo prioritário para imunização

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV