Inovação e tecnologia, duas palavras com sinônimos que caminham juntas e proporcionam muitas facilidades, tanto no campo profissional como no doméstico. Basta olhar para o lado, em qualquer lugar que esteja e verá uma pessoa com um celular, ferramenta para utilizar inúmeros aplicativos, que irão possibilitar as pessoas a inúmeras experiências. Pensando nisso, a Médica Veterinária Raquel Prater pensou em uma ferramenta que pode facilitar a vida dos Médicos Veterinários e dos tutores de animais de companhia.

Ela criou o Vet’s Go, um aplicativo que reúne o cadastro de profissionais e de tutores de animais. O uso é bem simples, o usuário entra, agenda uma consulta e aguarda o atendimento domiciliar, sem se preocupar em transportar o animal até um consultório. “Pensamos em criar algo que facilitasse o acesso dos tutores ao serviço Médico Veterinário. Sabemos que muitas pessoas tem problema de deslocamento com o animal, que as vezes é muito agitado, vomitando ou mesmo muito grande”. Raquel explica que o serviço é semelhante ao de consultório, já que se limita a consulta, vacinação e procedimentos simples.

Quando na consulta é verificada uma situação mais grave, que exige exames que só podem ser feitos em uma clínica ou hospital, o profissional orienta o tutor do animal. “Desta maneira acreditamos que podemos colaborar com o controle de doenças que envolvem tanto o tutor, o animal e o ambiente que ambos vivem. Sabemos que algumas pessoas, na correria do dia a dia as vezes, atrasam vacinas, por exemplo. E com a oferta do serviço, acreditamos poder colaborar com este serviço à sociedade”.

Raquel é empreendedora e acredita na sua ideia. E para aprimorar o seu empreendimento, participou da Campus Party Brasília, um dos maiores evento de tecnologia do mundo. Ela acredita que as ideias surgem em conversas entre pessoas de mesmo interesse e que devemos usar a tecnologia a nosso favor. “Já não há como voltar. Nós seguimos em frente ou paramos” ela afirma, com entusiasmo, o que a tecnologia oferece para aperfeiçoar a nossa vida.

Campus Party

Quem também acredita em inovação com o uso de tecnologia é o Embaixador da Campus Party no Brasil, Thiago Jarjour, que também já foi Secretário de Estado de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal. “A inovação está acontecendo em todos os seguimentos, pode ser na medicina, pode ser no direito e neste caso a medicina veterinária. O mundo está passando por transformações rápidas e a minha luta é trazer para Brasília, não só os segmentos de tecnologia, mas também trazer as temáticas de inovação para nossa cidade, em qualquer âmbito” afirmou Thiago sobre o evento realizado na capital federal. Ele também declarou achar “fantástica” são iniciativas como essa, a medicina veterinária discutindo inovação e se preocupando em inovar.

Segundo o Embaixador da Campus Party inovação não é vinculada, necessariamente a tecnologia. O espírito de criar coisas novas pode ser trabalhado com auxílio da tecnologia, mas não depende dela. No caso da colega Raquel Prater, conseguiu unir empreendedorismo, tecnologia e inovação em um projeto que oferece facilidade tanto a médicos veterinários como a sociedade que ganha uma maneira de buscar atendimento profissional.

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF