22 de novembro de 2018

O presidente do CRMV-DF, Méd. Vet. Laurício Monteiro Cruz convidou o chefe da Diretoria de Vigilância Sanitária do Distrito Federal (DIVISA), Med. Vet. Manoel Silva Neto, na quarta-feira (21), para entregar sugestões da entidade sobre uma instrução normativa que está sendo produzida pelo órgão de Vigilância Sanitária do Distrito Federal. O documento trata de condições para funcionamento de estabelecimentos médicos veterinários no âmbito da capital federal.

As sugestões referente ao documento foram debatidas entre os participantes de uma força tarefa criada pelo CRMV-DF presidida pelo Vice-Presidente da entidade, Saulo Borges Lustosa, a conselheira Marina Zimmermann, o membro da Câmara Técnica de Bem-Estar Animal, Cássio Ricardo Ribeiro e a Secretária-Geral da próxima gestão, Waleska Coelho Sajnovisch de Gouveia, todos Médicos Veterinários.

Na reunião Manoel Neto, diretor da DIVISA, informou que será aberta uma consulta pública referente ao texto para receber sugestões da sociedade, já que a ideia é construir um documento que atenda a todas as necessidades.

Segundo o presidente do CRMV-DF, é grande a importância da manifestação dos empresários ligados a hospitais, clinicas e consultórios privados e públicos. “A Consulta pública é o principal momento de expressar opiniões, sejam a favor, sejam contrárias ao texto da Instrução Normativa da DIVISA”, enfatiza Laurício Monteiro.

O documento será publicado pela Secretaria de Saúde do GDF e irá tratar de assuntos como estrutura física do estabelecimento, tais como: espaço de recepção, atendimento e procedimentos, entre outros elementos.

Reunião avisa ed

Foto: Mayara Marinho

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF