O CRMV-DF pediu ao Deputado Distrital Reginaldo Sardinha atenção

ao desenvolvimento do setor agropecuário com abertura de crédito para projetos

 

A economia cumpre ciclos de altas e baixas o que afeta diretamente a sociedade como um todo e o compromisso de planejar ações para amenizar os momentos adversos é de todo gestor, seja da área privada, seja da pública. O CRMV-DF, preocupado com o que pode ser melhorado no âmbito da Medicina Veterinária e da Zootecnia, recebeu o Deputado Distrital Reginaldo Sardinha, na manhã desta quarta-feira (6/fev), em sua sede, para discutir ideias para o desenvolvimento do agronegócio no Distrito Federal.

“Comparado a outros estados da federação, o Distrito Federal fica aquém no âmbito da produção de alimentos de origem animal, rações, mercado pet, clínicas e consultórios veterinários, entre outros” reportou o presidente do CRMV-DF, Laurício Monteiro Cruz, na companhia do Secretário-Geral da gestão 2016/2019, Roberto Gomes Carneiro e a Secretária-Geral da gestão 2019/2022, Waleska Coelho Sajnovisch de Gouveia.

Deputado e Dr Laurício SITE Deputado Laurício Waleska e Roberto Site

Laurício propôs ao parlamentar que medidas de abertura de crédito para atividades no setor fossem apresentadas ao governador. Reginaldo concordou e colocou o seu gabinete a disposição para receber propostas.

Segundo o parlamentar, o Distrito Federal sofre com a guerra fiscal entre estados que tem uma área de agricultura e pecuária muito maior que a nossa, e para contornar esta diferença reconhece a importância dos incentivos fiscais. “Esta semana tivemos uma reunião com supermercadistas na Secretaria do Planejamento aonde nós pedimos a manutenção da alíquota de 7% da cesta básica.”

Ele explica que existe um convênio entre empresas e governo que duraria até este ano (2019). Com o vencimento do prazo, o percentual iria para 12%. “Nós pedimos para manter o percentual do convênio. Na ocasião nós também pedimos que sejam incluídas mais três item na cesta básica do Brasiliense: a carne de peixe, a carne de frango e o leito. Todos estes com alíquota de 7%). Reginaldo Sardinha acredita que a inclusão destes três itens e a manutenção da certa básica Brasília tende a ganhar muito com a geração de renda e emprego.

O Deputado Distrital Reginaldo Sardinha, em sua visita, quis apresentar as suas ideias e estabelecer uma parceria entre o seu gabinete e o CRMV-DF. O parlamentar relatou que protocolou um Projeto de Lei que acaba com o estampido de fogos de artifício, como já ocorre em alguns estados, como por exemplo São Paulo. “Isso vai beneficiar, não só os animais, mas também as crianças autistas, recém nascidos e idosos.”

O parlamentar pontuou a importância da profissão do Médico Veterinário e do Zootecnista e a sua valorização, colocando o seu gabinete a sua disposição.

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF

6 de fevereiro de 2019