O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal (CRMV-DF) completou um ciclo de visitas técnicas as Instituições de Ensino Superior, hospitais e clínicas-escola do Distrito Federal. Os encontros foram realizados ao longo das últimas duas semanas, onde uma comissão de assessores e fiscais do Conselho foram recebidos pelos respectivos Diretores das Faculdades e Coordenadores dos cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia. Os objetivos das visitas foram a de estreitar as relações entre as entidades, conscientizar sobre a importância do registro de pessoa física e jurídica e suas respectivas responsabilidades técnicas.

Na manhã da sexta-feira (19/jul). O presidente do CRMV-DF, Laurício Monteiro Cruz, junto aos fiscais da entidade, acompanhou a visita técnica feita a Universidade de Brasília – UnB e foram recebidos pela diretora da Faculdade de Agronomia e Veterinária – FAV, Med. Vet. Simone Perecmanis. No dia 22 de julho, o vice-diretor do Hospital Veterinário da UnB, Méd. Vet. Antônio Raphael Teixeira Neto foi recebido no CRMV-DF para dar continuidade a aproximação de entidades de ensino. “Nós apoiamos principalmente no que se refere a ações educativas e pedagógicas com objetivo de fazer o conselho participar efetivamente dessa comunidade, que no caso, são as Instituições Federais de Ensino Superior”, afirmou Dr. Antônio Raphael, sobre a aproximação entre as entidades.

Hosp HVUB final UnB Simone Perecmanis

Diretor do HVUnB e Coordenadora do Curso de Medicina Veterinária da UnB

Na União Pioneira de Ensino Superior – UPIS, os Coordenadores dos cursos de Medicina Veterinária, Méd. Vet. Marília Snell e o do Zootec. Guilherme José de Carvalho, receberam a equipe do CRMV-DF no Campus de Planaltina. Na conversa houve consenso sobre a importância do registro profissional para poder atuar na área. “Uma pessoa formada em Medicina Veterinária ou em Zootecnia é apenas um Bacharel”, afirmou Guilherme. Para eles, assim como em outras profissões, para exercer o ofício é necessário o cumprimento da legislação vigente, que no caso é o registro no Conselho e a posse da Carteira Profissional.

UPIS final

Coordenadores dos cursos de Medicina Veterinária e de Zootecnia

A última faculdade a receber a visita do CRMV-DF foi o Centro Universitário UniCEUB, na tarde de 30 de julho. O Coordenador Méd. Vet. Carlos Alberto Júnior, acompanhado de alguns colegas de docência receberam a comissão do Conselho. Entre os assuntos discutidos a importância de assumir responsabilidades, como profissional. “Em vários momentos na formação de nossos alunos buscamos cobrar responsabilidades, até mesmo com horário e frequência nas aulas. Mas não é só isso, sabemos que as responsabilidades vão muito além disso e temos a preocupação de levar as questões éticas da profissão aos alunos também”. Afirmou o coordenador.

Todas as faculdades e universidades do Distrito Federal receberam a visita, inclusive Universidade Católica de Brasília, UniCESP e Uniceplac.

UniCEUB final icesp1 

UniCEUB e UniCESP

Católica Faciplac

Universidade Católica de Brasília e UNICEPLAC

Sobre as visitas técnicas

As visitas técnicas fazem parte de uma iniciativa do CRMV-DF para estreitar uma aproximação amigável das entidades de ensino, para instruir, informar e orientar as Universidades e Faculdades de Medicina Veterinária e Zootecnia quanto às suas responsabilidades junto ao Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal, como previsto na Lei 5.517/68 e 5.550/68 e as Resoluções do CFMV n.683, 831, 1015, 1137, 1177 e 1176. Os compromissos são vários, tais como a obrigatoriedade dos Profissionais Médicos Veterinários ou Zootecnistas (Autônomos, Docentes, Servidores Públicos ou Privados) ao Registro das Pessoas Físicas e os Estabelecimentos, inclusive Instituições de Ensino, ao Registro de Pessoas Jurídicas; e Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) no âmbito de serviços inerentes à Profissão de Médico Veterinário e do Zootecnista, inclusive em estabelecimentos que criem ou utilizem animais em atividades de pesquisa ou ensino.

Ao final o CRMV-DF ressaltou que as visitas técnicas tiveram intuito instrutivo/educativo para informar as Instituições de Ensino Superior e seus colaboradores (Médicos Veterinários e Zootecnistas) de suas responsabilidades, mas que futuramente ocorreram ações fiscalizatórias.

Para o CRMV-DF é de grande importância participar da formação profissional de Médicos-Veterinários e Zootecnistas, principalmente sobre questões éticas, do exercício profissional, e tantas outras questões que possam gerar transtornos tanto ao prestador de serviço, como aos clientes e pacientes, isto é, à Sociedade. E neste sentido, na oportunidade destas visitas técnicas que realizou às Instituições de Ensino Superior, o CRMV-DF disponibilizou a Assessoria Técnica e Jurídica a ministrar palestras de “Ética e Legislação” e de “Responsabilidade Técnica”.

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF