Notícias

Com a proposta de integrar, debater e fortalecer a Medicina Veterinária e a Zootecnia, acontece no Rio de Janeiro (RJ) a 2ª Câmara Nacional de Presidentes do Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (CFMV/CRMVs - CNP) da gestão 2017/2020. O evento, que acontece entre os dias 05 e 06 de junho, reúne os presidentes dos CRMVs de diversos Estados, no Centro de Convenções Sulamérica.

O primeiro dia (05/06) da Câmara, contou com a apresentação do CFMV sobre ações desenvolvidas e implementadas a partir da 1ª Câmara, realizada em janeiro deste ano.

Nesta quarta-feira (06/05), os presidentes e representantes de cada um dos 27 Conselhos Regionais (CRMVs) têm a oportunidade de falar sobre as ações desenvolvidas em suas regiões e apresentar sugestões.

"A nossa maior missão como Sistema CFMV/CRMVs é fiscalizar e precisamos retornar à sociedade os resultados com a postura que a Medicina Veterinária e Zootecnia merecem", afirmou Francisco Cavalcanti.

As demandas apresentadas pelos conselhos regionais serão analisadas com prioridade pelo CFMV para apresentar soluções de forma a fortalecer e aprimorar o trabalho realizado pelos CRMVs em prol da Medicina Veterinária e Zootecnia.

Local

O local da 2ª CNP e da Sessão Plenária Ordinária foi escolhido para prestigiar o 39º Congresso Brasileiro da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa), nos dias 06 a 08 de junho.

 

Sobre a CNP

A CNP é realizada com o objetivo de unificar e fortalecer o posicionamento do Sistema CFMV/CRMVs perante médicos veterinários e zootecnistas, instituições públicas, poderes da República e sociedade brasileira.

A próxima edição da Câmara de Presidentes, em 2018, está prevista para 22 a 26 de outubro, em Brasília (DF).

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o país. A recomendação do Ministério da Saúde foi adotada em decorrência dos possíveis impactos da paralisação dos caminhoneiros no transporte público e nos atendimentos em serviços de saúde.

O CFMV informa que os médicos veterinários são considerados, pelo Ministério da Saúde (MS), profissionais da Área de Saúde. A resolução do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS) n. 287, de 08 de outubro de 1998, detalha quais são os profissionais da área e inclui os médicos veterinários.

Houve relatos de que alguns profissionais procuraram as unidades dos postos de saúde e encontraram dificuldades em receber a dose da vacina contra gripe/influenza. O CFMV esclarece que o médico veterinário atua em diversas frentes, inserindo-se em diferentes atividades desde a gestão até a vigilância epidemiológica e sanitária. Ele faz parte do grupo prioritário para ser vacinado nos postos de saúde espalhados pelo país.

Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS reafirma a importância e a necessidade da vacinação do médico veterinário, principalmente em razão da origem das gripes suínas e aviárias, que podem colocar em risco a saúde desses profissionais.

Vacinação contra a gripe 2018: médicos veterinários fazem parte do grupo prioritário para imunização

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-DF) participou, no domingo (20), da abertura oficial da 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que acontece até sexta (25), em Paris. E na quinta-feira (24), a OIE declara oficialmente o “Brasil como País Livre da Febre aftosa com vacinação”.

O presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, afirmou que esta conquista é um atestado do trabalho do médico veterinário no aspecto da sanidade. “Uma certidão mundial. Estamos reunidos aqui com 181 países membros mostrando a importância da contribuição deste profissional. Resultado significativo para agropecuária brasileira”, relata Cavalcanti.

Além do presidente CFMV, participam do evento: Laurício Cruz (presidente do CRMV-DF), Francisco Atualpa (conselheiro efetivo); Antônio Guilherme de Castro (conselheiro suplente); André Luiz Teixeira de Carvalho (presidente do CRMV-AC).

O evento conta com a presença de mais de 800 participantes, incluindo 22 ministros e integrantes do governo dos países membros da OIE. O Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil, Blairo Maggi, disse, em discurso, que o reconhecimento do Brasil como país livre da aftosa com vacinação é “a vitória de uma longa e dura trajetória de muita dedicação de pecuaristas e do setor veterinário oficial brasileiro”.

OIE maio 2018

Da direita para esquerda, Laurício (CRMV-DF), o Secretário Nacional de Defesa Agropecuária do MAPA, Luis Eduardo Pacifici Rangel (MAPA), Francisco Cavalcanti de Almeida (CFMV) e André Luiz Carvalho (CRMV-AC).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

 

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal (CRMV-DF) e o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) acompanham a 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que acontece até a próxima sexta (25), em Paris.

A hora mais aguardada do evento foi nesta quinta-feira (24), quando OIE declarou, oficialmente, o Brasil como País Livre da Febre aftosa, com vacinação. “São 50 anos de trabalho da Medicina Veterinária e produtores brasileiros. Um reconhecimento à contribuição do profissional ao setor da sanidade. Uma certidão mundial”, diz o presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, que está presente no evento e atento aos acontecimentos internacionais que envolvem a Medicina Veterinária e Zootecnia.

O presidente do CRMV-DF, Laurício Monteiro da Cruz que também está no evento, representou a entidade e presenciou este momento histórico.

Brasil livre da febre aftosa Blairo maggi Brasil livre da febre aftosa Certificado

A diretora-geral da OIE, Monique Eloit, entregará o certificado sanitário ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, a partir das 14h30 (horário local), na sede da OIE, durante a 7ª Sessão Plenária da Organização.

O evento conta com a presença de mais de 800 participantes, incluindo 22 ministros e integrantes do governo dos países membros da OIE.

Declaração

A declaração da OIE é reconhecida pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como uma referência no padrão de saúde animal, e reflete o nível de transparência e de qualidade dos serviços veterinários do país. A certificação aumenta o valor dos produtos de origem animal do país, e facilita o acesso a mercados regionais e internacionais.

Além do Brasil, a África do Sul também entrou na lista de territórios livres da pleuropneumonia contagiosa bovina.

Fonte: Assessoria de Comunicação Socia do CFMV, com adaptações do CRMV-DF

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (17) a operação que investiga o envolvimento de Médicos Veterinários em possível tráfico de anestésicos de uso Médico Veterinário, prendendo dois profissionais em Brasília. O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal foi solicitado pela 1ª Delegacia de Polícia no qual colaborou com as investigações e deu suporte técnico a operação, com a participação dos membros da Câmara Técnica de Pequenos Animais da entidade.

O CRMV-DF, como guardião do código de ética e do exercício da medicina veterinária no âmbito da Capital Federal, repudia tal conduta, e se necessário tomará as providências cabíveis previstas em lei.

 

Conselho Regional de Medicins Veterinária do Distrito Federal