Notícias

Com a realização da Câmara de Presidentes do Sistema CFMV/CRMVs dentro do Congresso Brasileiro da Anclivepa e do Congresso Internacional da Federação Ibero Americana de Veterinários de Animais de Companhia – FIAVAC, no Centro de Convenções SulAmerica, no Rio de Janeiro, os presidentes também participaram do evento que está sendo realizado nos dias 6 a 8 de junho.

O Presidente do CRMV-DF, Laurício Monteiro da Cruz compareceu e explica que o evento é de grande proveito aos profissionais que pretendem atualizar-se em temas que enfrentam no dia a dia de trabalho. “A Anclivepa Brasil está de parabéns pelo congresso que traz uma oferta de palestras variadas, com pesquisadores brasileiros e internacionais. No próximo ano, o congresso será em Brasília e teremos um imenso prazer de receber um evento tão importante para a Medicina Veterinária Brasileira.” Explicou Laurício.

O presidente da Anclivepa Brasil, Marcello Rodrigues da Roza, que também é tesoureiro da Anclivepa-DF agradeceu a presença de Laurício, que prestigiou o evento. “A Anclivepa fica lisonjeada por receber o Laurício aqui no CBA-FIAVAC. E afirmo que caminharemos junto, até ano que vem, no congresso que faremos em Brasília.” Afirmou Marcello em relação ao próximo evento da entidade que será realizado na capital federal.

Laurício Andrea Marcello2

Em 2019 a Anclivepa DF irá realizar o Congresso Brasileiro da Anclivepa, tem a sua 40º edição, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, nos dias 16 a 18 de maio. Acesse mais informações no site http://www.cbabrasilia19.com.br.

 

Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF

Com a proposta de integrar, debater e fortalecer a Medicina Veterinária e a Zootecnia, acontece no Rio de Janeiro (RJ) a 2ª Câmara Nacional de Presidentes do Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (CFMV/CRMVs - CNP) da gestão 2017/2020. O evento, que acontece entre os dias 05 e 06 de junho, reúne os presidentes dos CRMVs de diversos Estados, no Centro de Convenções Sulamérica.

O primeiro dia (05/06) da Câmara, contou com a apresentação do CFMV sobre ações desenvolvidas e implementadas a partir da 1ª Câmara, realizada em janeiro deste ano.

Nesta quarta-feira (06/05), os presidentes e representantes de cada um dos 27 Conselhos Regionais (CRMVs) têm a oportunidade de falar sobre as ações desenvolvidas em suas regiões e apresentar sugestões.

"A nossa maior missão como Sistema CFMV/CRMVs é fiscalizar e precisamos retornar à sociedade os resultados com a postura que a Medicina Veterinária e Zootecnia merecem", afirmou Francisco Cavalcanti.

As demandas apresentadas pelos conselhos regionais serão analisadas com prioridade pelo CFMV para apresentar soluções de forma a fortalecer e aprimorar o trabalho realizado pelos CRMVs em prol da Medicina Veterinária e Zootecnia.

Local

O local da 2ª CNP e da Sessão Plenária Ordinária foi escolhido para prestigiar o 39º Congresso Brasileiro da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa), nos dias 06 a 08 de junho.

 

Sobre a CNP

A CNP é realizada com o objetivo de unificar e fortalecer o posicionamento do Sistema CFMV/CRMVs perante médicos veterinários e zootecnistas, instituições públicas, poderes da República e sociedade brasileira.

A próxima edição da Câmara de Presidentes, em 2018, está prevista para 22 a 26 de outubro, em Brasília (DF).

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal (CRMV-DF) e o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) acompanham a 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que acontece até a próxima sexta (25), em Paris.

A hora mais aguardada do evento foi nesta quinta-feira (24), quando OIE declarou, oficialmente, o Brasil como País Livre da Febre aftosa, com vacinação. “São 50 anos de trabalho da Medicina Veterinária e produtores brasileiros. Um reconhecimento à contribuição do profissional ao setor da sanidade. Uma certidão mundial”, diz o presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, que está presente no evento e atento aos acontecimentos internacionais que envolvem a Medicina Veterinária e Zootecnia.

O presidente do CRMV-DF, Laurício Monteiro da Cruz que também está no evento, representou a entidade e presenciou este momento histórico.

Brasil livre da febre aftosa Blairo maggi Brasil livre da febre aftosa Certificado

A diretora-geral da OIE, Monique Eloit, entregará o certificado sanitário ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, a partir das 14h30 (horário local), na sede da OIE, durante a 7ª Sessão Plenária da Organização.

O evento conta com a presença de mais de 800 participantes, incluindo 22 ministros e integrantes do governo dos países membros da OIE.

Declaração

A declaração da OIE é reconhecida pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como uma referência no padrão de saúde animal, e reflete o nível de transparência e de qualidade dos serviços veterinários do país. A certificação aumenta o valor dos produtos de origem animal do país, e facilita o acesso a mercados regionais e internacionais.

Além do Brasil, a África do Sul também entrou na lista de territórios livres da pleuropneumonia contagiosa bovina.

Fonte: Assessoria de Comunicação Socia do CFMV, com adaptações do CRMV-DF

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o país. A recomendação do Ministério da Saúde foi adotada em decorrência dos possíveis impactos da paralisação dos caminhoneiros no transporte público e nos atendimentos em serviços de saúde.

O CFMV informa que os médicos veterinários são considerados, pelo Ministério da Saúde (MS), profissionais da Área de Saúde. A resolução do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS) n. 287, de 08 de outubro de 1998, detalha quais são os profissionais da área e inclui os médicos veterinários.

Houve relatos de que alguns profissionais procuraram as unidades dos postos de saúde e encontraram dificuldades em receber a dose da vacina contra gripe/influenza. O CFMV esclarece que o médico veterinário atua em diversas frentes, inserindo-se em diferentes atividades desde a gestão até a vigilância epidemiológica e sanitária. Ele faz parte do grupo prioritário para ser vacinado nos postos de saúde espalhados pelo país.

Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS reafirma a importância e a necessidade da vacinação do médico veterinário, principalmente em razão da origem das gripes suínas e aviárias, que podem colocar em risco a saúde desses profissionais.

Vacinação contra a gripe 2018: médicos veterinários fazem parte do grupo prioritário para imunização

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-DF) participou, no domingo (20), da abertura oficial da 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que acontece até sexta (25), em Paris. E na quinta-feira (24), a OIE declara oficialmente o “Brasil como País Livre da Febre aftosa com vacinação”.

O presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, afirmou que esta conquista é um atestado do trabalho do médico veterinário no aspecto da sanidade. “Uma certidão mundial. Estamos reunidos aqui com 181 países membros mostrando a importância da contribuição deste profissional. Resultado significativo para agropecuária brasileira”, relata Cavalcanti.

Além do presidente CFMV, participam do evento: Laurício Cruz (presidente do CRMV-DF), Francisco Atualpa (conselheiro efetivo); Antônio Guilherme de Castro (conselheiro suplente); André Luiz Teixeira de Carvalho (presidente do CRMV-AC).

O evento conta com a presença de mais de 800 participantes, incluindo 22 ministros e integrantes do governo dos países membros da OIE. O Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil, Blairo Maggi, disse, em discurso, que o reconhecimento do Brasil como país livre da aftosa com vacinação é “a vitória de uma longa e dura trajetória de muita dedicação de pecuaristas e do setor veterinário oficial brasileiro”.

OIE maio 2018

Da direita para esquerda, Laurício (CRMV-DF), o Secretário Nacional de Defesa Agropecuária do MAPA, Luis Eduardo Pacifici Rangel (MAPA), Francisco Cavalcanti de Almeida (CFMV) e André Luiz Carvalho (CRMV-AC).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV