Notícias

Foi publicada no dia 15 de agosto, no Diário Oficial da União, a Resolução CFMV nº 1165 de 11 de agosto de 2017, que regulamenta a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e o registro de profissionais de estabelecimentos que cultivam e mantêm organismos aquáticos.

A resolução busca detalhar as obrigações do profissional responsável técnico, levando em conta as demais normas do CFMV que também tratam de responsabilidade técnica, como as resoluções nº 582/1991, nº 683/ 2001 e nº 1041/ 2013.

A Resolução CFMV nº 1165 foi proposta pelo GT de Aquicultura, criado pelo CFMV em 2015. No início deste ano, passou por consulta pública e contou com contribuições de diversas entidades e da sociedade civil.

Segundo o presidente do GT, o médico veterinário Eduardo Azevedo, a resolução vem para facilitar as relações de trabalho e trazer maior segurança jurídica. “Com ela, pretendemos proteger quem está contratando e também o profissional, evitando problemas de relação de trabalho”, diz.

Azevedo também explica que a resolução visa aumentar a produtividade e a competitividade entre os estabelecimentos. “Assim podemos garantir a saúde, o bem-estar animal e a qualidade dos alimentos, bem como a saúde coletiva”. Ele esclarece ainda que os estabelecimentos que já seguem a legislação não terão custos adicionais.

O texto da resolução esclarece que os estabelecimentos de cultivo e manutenção de organismos aquáticos incluem aqueles usados para reprodução e produção, ensino, recreação, aquários de visitação, entre outros.

A resolução também lista as funções do RT, médico veterinário ou zootecnista, no exercício de suas funções. Entre elas, estão a de orientar e verificar que o estabelecimento tenha mecanismos de controle, regulação e avaliação dos serviços prestados; oriente a destinação de resíduos; seja responsável pela qualidade dos insumos produzidos; implemente ações de boas práticas de aquicultura; entre outras.

O RT médico veterinário deve ainda ser responsável pela avaliação sanitária e saúde dos animais que ingressem no estabelecimento, pelo uso responsável dos produtos veterinários e pela prevenção e controle de doenças e infecções que podem causar danos à saúde pública.

A resolução entra em vigor seis meses após sua publicação no Diário Oficial.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do CFMV

A noite de 4 de agosto de 2017 foi muito especial para 20 novos Médicos Veterinários da Faciplac. Os profissionais receberam grau de Bacharel em Medicina Veterinária em cerimônia recheada de emoção e homenagens. O Presidente do CRMV-DF, Hélio Blume fez parte da mesa de honra e proferiu discurso destacando a nobresa da profissão e as responsabilidades de cada um no mercado de trabalho.

Ainda na ocasião da formatura, Dr Hélio entregou a formanda Viviam Andrade Mano o certificado de Aluna Destaque.

Parabéns a todos e sejam bem vindos!!!

aluno destaque

cumprimento da mesa

Encerramento

Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), coordenadora do Fórum Nacional de Entidades de Zootecnistas convida os dirigentes Zootecnistas e demais representantes das entidades de Zootecnistas como Conselhos Profissionais, Instituições de Ensino, Sindicatos e Associações, e as representações institucionais, regionais e nacional dos estudantes de Zootecnia para participarem do 48º Fórum Nacional de Entidades de Zootecnistas. O evento será realizado nas dependências do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio, Rio Grande do Sul durante a realização da Expointer´2017, nos dias 31 de agosto a 3 de setembro.

Na pauta:

Leitura e aprovação da ata do 47º Fórum de Entidades;
Marcos Legal e Regulatório para o Exercício Profissional da Zootecnia;
Responsabilidade Técnica e Exercício Profissional do Zootecnista;
Prestação de contas do ZOOTEC2017;
Escolha do Presidente e da Sede do ZOOTEC2019;
Relatório e Balanço financeiro da ABZ – gestão 2014-2017;
Ato de Posse da Nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da ABZ para o triênio 2017/2020;
Outros Assuntos de Interesse das Entidades.

Nos dias 02 e 03 de setembro, os participantes poderão visitar aos stands das empresas e entidades, feira de agricultura familiar, galpões e julgamentos dos animais de diferentes espécies e raças.

Serviço:para deliberar sobre os seguintes assuntos:

48O Fórum Nacional de Entidades de Zootecnistas;

Dias: 31 de agosto a 03 de setembro de 2017;

Local: Auditório da FEDERACITE, localizado no Parque de Exposição Assis Brasil, em Esteio, Rio Grande do Sul.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do CRMV-DF com informações da Associação Brasileira de Zootecnias.

Em virtude do aumento de publicidade de casos clínicos e cirúrgicos divulgados em redes sociais, a Câmara Técnica de Pequenos Animais do CRMV-DF se reuniu no dia 21 de junho de 2017, para elaborar uma Nota Técnica reforçando que a publicidade médica veterinária necessita cumprir alguns requisitos para que resoluções pertinentes e o Código de Ética não sejam violados. O texto da nota segue abaixo:

Camara Peq21jun2017

Da esquerda para a direita: Bruno Alvarenga dos Santos; Rafael Silva de Souza; Leila Augusta Lopes Sena; Bruna Neiva Domingues Vieira de Rezende; e Reinaldo de Jesus Rodrigues Júnior.

 

 

Nota técnica sobre divulgação de imagens de atendimentos clínicos e cirúrgicos

Vivemos uma era digital em que as mensagens são transmitidas quase em tempo real. No meio profissional, não é diferente. Daí a importância de aprendermos a nos comportar perante esta nova condição.

Muitas das “postagens” realizadas em redes sociais (Facebook, Instagram, Snapchat, You Tube, Twitter, Whats App, dentre outros) possuem a finalidade publicitária. A publicidade na Medicina Veterinária é permitida, mas dispõe de normas a serem seguidas.

As normas de publicidade médico-veterinária estão regulamentadas nas resoluções do CFMV de número 722/2002, código de ética do Médico Veterinário, com capítulo específico, e 780/2004, resolução que estabelece critérios para normatizar a publicidade no âmbito da Medicina Veterinária.

Assim, podemos destacar:

  • “Não é permitido fazer referências a casos clínicos identificáveis, exibir pacientes ou suas fotografias em anúncios profissionais ou na divulgação, de assuntos profissionais em programas de rádio, televisão, cinema, na Internet, em artigos, entrevistas, ou reportagens em jornais revistas e outras publicações leigas, ou em quaisquer outros meios de comunicação existentes e que venham a existir, sem autorização expressa do cliente”. (CFMV-722/2002, art. 16, inciso I)
  • “Não é permitido revelar fatos que prejudiquem pessoas ou entidades sempre que o conhecimento dos mesmos advenha do exercício de sua profissão, ressalvados aqueles que interessam ao bem comum, à saúde pública, ao meio ambiente ou que decorram de determinação judicial”. (CFMV-722/2002, art. 16, inciso V)
  • “A publicidade médico-veterinária deve atender exclusivamente a princípios éticos de caráter educativo. “ (CFMV-780/2004)
  • - “Em qualquer tipo de publicidade médico-veterinária deve constar necessariamente as seguintes informações: nome do profissional e número de inscrição no Conselho Regional; dados complementares (endereço e telefone); serviços oferecidos. ” (CFMV 780/2004, art. 2)
  • “Nos anúncios de clínicas, hospitais, laboratórios e outras instituições ligadas à Medicina Veterinária, deverá constar, obrigatoriamente, o nome do responsável técnico (RT) e seu respectivo número de inscrição no Conselho Regional em cuja jurisdição estiver localizado o estabelecimento. ” (CFMV 780/2004, art. 6. 

A comunicação digital está presente no ambiente profissional da atualidade e devemos lidar com a situação de modo a termos um controle técnico e moral sobre ela, sobretudo, visando o respeito ao código de ética da medicina veterinária.

Primeiro Encontro de Zootecnia do Estado do Ceará é realizado com apoio do CRMV-CE, no dia 8 de julho. O evento aconteceu durante o PECNORDESTE que é organizado pela Federação da Agricultura do Ceará e teve apoio do Conselho. O Tesoureiro do CRMV-DF e Secretário da Associação Brasileira de Zootecnia, Emanoel Elzo Leal de Barros foi convidado para ministrar palestra sobre Panorama do Mercado de Trabalho nas Diversas Regiões Brasileiras.

 O Vice-presidente do CRMV-CE, Dr. Nélio Morais, contextualiza a importância da Zootecnia dentro do evento. “Este é um encontro muito oportuno, que ocorre dentro das atividades do XXI PECNORDESTE, evento tradicional da pecuária nordestina realizado aqui em Fortaleza. O CRMV-CE vem apoiando consideravelmente a zootecnia por entender que ela é uma das profissões mais importantes e relevantes no cenário da agroindústria brasileira. Esse evento conta com palestrantes de altíssima qualidade, debate extremamente rico e não pode ter outro resultado se não crescimento e perspectiva de novas políticas para que possamos fortalecer a zootecnia, agroindústria e produção agropecuária no Brasil e, sobre tudo, no estado do Ceará”, afirmou o gestor.IMG 20170708 WA0060 1

 Fonte: Ascom CRMV-DF com informações de Ascom CRMV-CE